Conheça os principais benefícios da melatonina

Os suplementos de melatonina são poderosos quando o assunto é dormir melhor. De fato, pessoas com problemas graves de sono relataram que voltaram a dormir ao fazer uso desse produto.

No entanto, você sabia que esse não é o único benefício que a melatonina pode oferecer?

Ela está relacionada a diversos fatores do nosso organismo, indo desde o sono até a prevenção de alguns cânceres.

Gostou dessa notícia? Aproveite para aprender um pouco mais sobre esse hormônio poderoso!

Melatonina o que é?

A melatonina é um hormônio, ou seja, nosso corpo produz naturalmente essa substância no dia a dia. Aliás, ela é produzida pela glândula pineal, a qual se localiza em nosso cérebro.

Em suma, a principal função desse hormônio é cuidar do nosso relógio biológico. Portanto, ela regula diversas funções do nosso organismo de forma indireta. Uma delas, por exemplo, é informar a hora de dormir e de acordar.

Produzir melatonina é um evento delicado: qualquer pequena luz em nosso quarto é suficiente para inibir esse hormônio. Então, até mesmo a luz do abajur pode atrapalhar sua noite de sono.

O ideal é desligar todas as fontes de luz do ambiente antes de dormir, assim como evitar sons e ruídos dentro do quarto. Só assim a melatonina vai ser produzida com vigor.

Quais são os benefícios da melatonina?

Como deu para notar, ela possui uma atuação fundamental em nossas vidas. Aliás, por trabalhar com o relógio biológico, é ela quem vai dizer o momento para cada processo acontecer.

Portanto, é esperado que sua presença seja de suma importância em nosso organismo.

Embora possa parecer algo estranho à primeira vista, os benefícios desse hormônio vão muito além de uma simples noite de sono tranquilo. Como foi dito anteriormente, ela atua em uma gama de funções dentro de nosso organismo e, por isso, ajuda a regular muitos mecanismos importantes.

Vamos apresentar alguns benefícios da melatonina com base em estudos científicos!

Ajuda com a dificuldade para dormir

Ter dificuldade para dormir está relacionado com vários fatores. Estresse, ansiedade e até problemas hormonais causam impedimentos para uma boa noite de sono. Aliás, um dos motivos mais comuns é, justamente, a falta do hormônio do sono.

Portanto, o suplemento deve ser utilizado para suprir essa falta, o que certamente vai proporcionar noites de sono menos conturbadas.

Trata a insônia

Embora não haja um consenso científico nesse ponto em especial, o relato de pacientes que fizeram o uso desse hormônio foi bastante positivo. Em suma, a grande maioria disse que a qualidade do sono melhorou bastante.

Aliás, os mais beneficiados são os idosos, pois, a partir dos 50 anos de idade, esse hormônio é produzido em menor quantidade. Assim, o efeito do suplemento de melatonina é bastante potencializado.

É uma aliada contra a enxaqueca crônica

A enxaqueca crônica, aquela dor de cabeça que nunca passa, é uma vilã que está presente na vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. Uma das dificuldades dessa doença é descobrir sua origem e o que a mantém.

Em alguns casos, o responsável pela enxaqueca é a falta de sono, ou seja, algum distúrbio hormonal. O suplemento pode ser utilizado para ajudar a normalizar o relógio biológico, permitindo que a pessoa durma normalmente após um certo tempo, o que pode extinguir a enxaqueca.

Evitar problemas pela mudança de fuso horário

Vale lembrar que o hormônio do sono serve para avisar o cérebro acerca do horário de dormir e acordar. Então, quando uma mudança de fuso horário acontece — principalmente as mais bruscas —, é comum sofrermos com insônia.

Uma maneira de evitar isso é usar suplementos de melatonina para “treinar” o cérebro no novo fuso horário. Assim você pode informá-lo quando é hora de dormir, facilitando o processo de adaptação.

Auxilia no trabalho noturno

As cápsulas do hormônio do sono são úteis para informar o momento correto para dormir. Então, ao invés de forçar uma solução por conta própria, os trabalhadores noturnos podem consumir essas cápsulas e poupar muito esforço — o que pode ser frustrante.

Pode ajudar a prevenir o câncer

Não existem estudos que indiquem isso diretamente. No entanto, como esse hormônio também age como um antioxidante em nosso organismo, sua atuação na prevenção do câncer é quase garantida.

Vale lembrar que os radicais livres são os causadores dessa doença; já os antioxidantes combatem os radicais livres. Assim, como esse hormônio elimina radicais livres, ele ajuda a prevenir o câncer também.

Controla a pressão arterial

Alguns estudos apresentaram um resultado intrigante: o hormônio do sono ajuda a diminuir a pressão arterial. Porém, isso não vale para melatonina de liberação rápida, pois sua eficácia é duvidosa, segundo as pesquisas.

Ameniza sintomas de Alzheimer e Parkinson

Por fim, um dos efeitos desse hormônio é diminuir alguns sintomas do Alzheimer e Parkinson, como a confusão mental. Isso aumenta bastante a qualidade de vida dos pacientes portadores dessas doenças.

Gostou deste conteúdo? Aproveite para ver mais informações lá no site da BioHigh!

Deixe um comentário