Como mobiliar quarto de casal: saiba o que levar em conta

No Brasil, são realizados por ano mais de 1 milhão de casamentos, em média. São 2 milhões de pessoas que passam a morar juntas e precisam enfrentar os desafios básicos desse momento. Por exemplo, como mobiliar quarto de casal? Que tipo de coisa levar em consideração nessa hora? De que modo investir para que o espaço retrate não só a personalidade de cada um do casal, mas possa criar também um bom momento para ambos?

mobiliar quarto de casal

O quarto é um dos espaços mais importantes para quem está começando uma vida em casal. Não só é o ambiente em que as pessoas dormem, mas é também o cômodo mais íntimo do casal. Ainda que eles não passem muito tempo ali, é o espaço mais “do casal” de todo o imóvel. Com os apartamentos ficando cada vez menores, a decoração desse cômodo fica mais importante.

Quer saber como mobiliar quarto de casal do jeito certo? Então veja a seguir algumas coisas a se levar em conta na hora de montar o seu projeto!

Como mobiliar quarto de casal: 4 coisas a levar em conta

1. Funcionalidade x estética

É muito difícil para casais novos mobiliar um quarto do jeito certo. Entre escolher uma cabeceira casal queen e um jogo de cama de 200 fios, os mais novos podem ficar em dúvida sobre o que vai aonde e quais peças são as mais indicadas.

No entanto, existe uma maneira relativamente simples de solucionar esse problema: com a relação entre funcionalidade e estética. Na verdade, o ideal é encontrar o balanço exato entre esses dois conceitos para montar a decoração perfeita para a sua casa.

Isso pode ser feito considerando o seguinte: a prioridade número 1 deve ser a funcionalidade, seguida só então pela estética. Isso significa que a sua casa pode ser feita, desde que seja funcional? Não exatamente.

O correto é primar pela funcionalidade. Depois dela estar definida, você tem toda a liberdade para escolher a estética que faz mais sentido. Por exemplo, suponha que você tenha decidido que precisa de uma mesa de x metros no seu quarto para trabalhar em home office. Essa mesa precisa ficar em uma posição em que você aproveita a luz do sol que vem da janela, mas que não atrapalha a visão do seu computador. Depois de decidir onde ela ficará, você tem total liberdade para escolher qualquer visual de mesa que atenda às suas necessidades.

2. A decoração deve corresponder a rotina das pessoas

A vida adulta de casal é feita de rotinas: acordamos, vamos ao banheiro, tomamos café da manhã, vamos trabalhar, almoçamos, voltamos ao trabalho e retornamos para casa.

O quarto do casal, portanto, deve ter uma funcionalidade que reflita essa rotina de maneira simples. O que é necessário para o casal acordar? Uma mesinha de canto para ficar o celular com o despertador? Então é vital colocar essa mesinha perto de uma tomada e a cama vai do lado dela. Olhe para o seu cômodo e veja onde estão as tomadas e monte sua decoração com base nisso. É assim que usamos a funcionalidade e a rotina a favor da decoração.

3. A estética deve agradar a ambos

Um dos grandes desafios para montar uma decoração é ter um estilo estético que agrade os dois integrantes do casal. Normalmente, um gosta de uma coisa e outro de outra. Por isso, é um grande desafio ajustar esses detalhes.

O ideal é que os dois possam ser razoáveis e entender o que cada um quer. Por exemplo, se os estilos forem mais ou menos compatíveis, dá para tentar montá-los juntos. Já se eles forem muito incongruentes, fica mais complicado fazer essa junção e é melhor tentar um estilo que os dois gostem.

4. A iluminação é importante

A iluminação é um dos pontos mais importantes na sua decoração, mas normalmente muito negligenciada. O ideal é ter camadas diferentes de iluminação de acordo com a função do quarto.

Por exemplo, para o trabalho durante o dia, a iluminação natural deve ser majoritariamente aproveitada. Isso porque é muito melhor ter a luz do Sol a seu favor (tanto para o meio ambiente, quanto para a conta de luz) do que a artificial.

Já para aquela leitura antes de dormir, o ideal é uma luz mais fraca, talvez uma lâmpada só, em um tom mais amarelado e confortável. 

Agora que você já sabe como mobiliar quarto de casal, o próximo passo é entender quais são as dimensões disponíveis para você e como aproveitar ao máximo cada detalhe, sempre prezando pela funcionalidade em primeiro lugar e depois pela estética. No entanto, nunca se esqueça que essa prioridade da funcionalidade não significa que a estética deva ser ignorada. É só que a função deve vir primeiro e, depois disso, você deve escolher a opção que faz mais sentido do ponto de vista estético.

E aí, gostou das nossas dicas? Então comente abaixo dizendo o que você gostaria de ter no seu quarto de casal!

Deixe um comentário